publicidade

técnico de segurança do trabalho

Como Dimensionar o Sesmt;CIPA, Eleição, Curso Para Comissão interna de Prevenção a Acidente para Designado/Eleitos/Indicados/ NR (06)- Epis , NR (07) Pcmso, NR (09) Ppra, PPP. Apr, Aso, Cat, Pcmat, Ltcat, Hazop, Tipos Acidentes, Riscos Físicos, Riscos Químicos, Riscos Ergonomicos, Riscos Biologicos, Riscos de Acidente, Mapa de Risco, Ergonomia, ler e Dort, Sipat, Primeiro Socorros, Combate a Incêndio, Epc, Dst, Palestra de Alcoolismo, Drogas e etc...

publicidade

O que são e EPCs.

Equipamento de Proteção Coletiva – EPC é todo dispositivo, sistema, ou meio, fixo ou móvel de abrangência coletiva, destinado a preservar a integridade física e a saúde dos trabalhadores usuários e terceiros.

Embora não sejam tão badalados quanto os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), os Equipamentos de Proteção Coletiva,ou EPC, são equipamentos utilizados para proteção de vários trabalhadores.

Os EPCs proteger um grupo de trabalhador de um risco de acidente ou doença do trabalho.

Alguns exemplos de Epcs utilizados para proteção dos trabalhadores no ambiente de trabalho. .
Extintor de Incêndio

Hidrante de Incêndio





Placa de Sinalização de Segurança


Cones de Segurança


Andaime
Colete de Segurança   
Lavas olhos  

Também podem ser utilizados combinados com o uso de EPIs.
Os mais comuns são:
1- Enclausuramento acústico de fontes de ruído: este tipo de proteção procura colocar a fonte de ruído
 em local com isolamento acústico em que ou só o operador fica exposto aos ruídos gerados ou nenhum deles fique exposto ao ruído. Este tipo de proteção pode não ser o suficiente para  atenuar todo o  ruído gerado acima de 80dB(A), neste caso será preciso utilizar protetor auricular em suas proximidades.

Quando a atenuação consegue fazer com que ruído propagado seja menor que 85dB(A), esse tipo de  EPC  acaba com a necessidade de uso de EPI no local
2- Ventilação e exaustão dos locais de trabalho: essa medida serve para baixar concentrações de produtos químicos no local a níveis salubres ou em concentrações em que os EPIs sejam suficientes para a proteção do trabalhador

3- Proteção de partes móveis de máquinas e equipamentos (conforme NR 11): essas proteções visam fazer com que o trabalhador não tenha acesso às movimentações de engrenagens, correia, polias e qualquer outra parte que se movimente da máquina e que possa causar acidentes.
4- Cabines de segurança biológica, capelas químicas e cabines para manipulação de radioisótopos: fazem com que o risco fique confinado em um recinto, reduzindo sua exposição apenas aos trabalhadores habilitados e treinados para trabalhar nestas condições especificas de riscos ambientais.
5- Estruturas de ancoragem: próprias para fixação de cinto de segurança tipo paraquedista em atividades em altura. São dimensionadas para que, em caso de acidente, o trabalhador fique preso ao cinto a espera de socorro, eliminando quedas de grandes alturas, muitas vezes fatais.
Este tipo de proteção proporciona segurança mais efetiva aos trabalhadores e é um investimento que se paga ao longo do tempo.

Nenhum comentário:

publicidade